Sobre





16 de mar de 2010









“ Oi, meu nome é L. C. tenho 15 anos eu gosto de um carinha, só que ele é negro, e minha família é toda racista, preconceituosa. Descobriram que a gente ficava, tentaram acabar com tudo e estamos escondido só que o carinha não quer nada sério. O que eu faço?''


PPC: Se o carinha não quer nada sério, enfrentar a família por ele não deve valer á pena, né? Mas de qualquer forma, algum dia você pode encontrar um cara negro que goste de você a ponto de querer namorar e conhecer a sua família, e você vai ter que conversar com eles á respeito. Racismo é uma atitude de ignorância as próprias origens.



“ Tem mais de 3 meninos gostando de mim, e não sei com qual deles vou ficar. ” J.L., 17 anos

PPC: Você tem que ficar com quem você se identifica, com quem você gosta e que sinta o mesmo que você.



“ Pra um garoto ser virgem é mico? “ Carla Letícia, 14 anos.

PPC: Como fala a matéria anterior, eles são do tipo de querer preservar a masculinidade entende? Se um deles contar pra galera que é virgem, vão zoar com a cara dele, virgem sempre é o MICO da galera, acho que pra um homem não é legal ter essa tal “fama” de virgem. Há casos dos carinhas TO NEM AI, não ligam muito pra essas coisas, mas vontade nunca falta, né verdade? :}



“ Meu melhor amigo ta afim de mim, o que devo fazer?” Carla Letícia, 14 anos.

PPC: Primeiramente, tem certeza que ele é seu melhor amigo? Acho que da sua parte você pode o considerar como o THE BEST, mas será que ele te considera da mesma forma? Já que ele gosta de você, ele te enxerga de outra maneira, não só como amiga, converse com ele, não de um famoso TOCO, ou quem sabe vc o enxerga da mesma maneira que ele. Os melhores relacionamentos sempre surgem de amizades fortes, você não pode desperdiçar a chance de encontrar a sua metade, pelo fato de vocês serem melhores amigos, podem continuar sendo, se caso venham namorar, com uma intimidade a mais :D



“ Como lidar com o fim de namoro?” Ana Caroline, 14 anos.

PPC: Fim do namoro nunca é bom quando a gente gosta de verdade da pessoa, ou quando ve que o sentimento da outra parte não é recíproco e principalmente quando termina e não se sabe nem o motivo. Pra lidar com isso, é procurar esquecer o garoto, fazer algo com que seu auto-estima esteja sempre constante, e não ficar chorando pelos cantos, e sim erguer a cabeça, e procurar seguir em frente, por mais que esteja ferido o seu coração. Tente deletá-lo de sua vida literalmente, as vezes o fim desse namoro pode ter sido por uma boa causa, que pode até te favorecer de alguma maneira futuramente .


" Meu namorado me trocou por uma garota que eu mais odeio nessa vida. O que eu devo dizer a ele?" Tamara L. 14 anos.

PPC: O certo é você não falar nada ao respeito com ele, e nem demonstrar ciumes. A situação fica mais complicada se você gostar dele ainda, fica mais dificil de controlar esse ódio que esta dentro de você, mas faça de tudo para que isso não a prejudique, seja amiga, companheira, ou até mesmo nada! E além do mais, você não foi trocada, o seu relacionamento provavelmente não deu certo, terminaram, e logo em seguida ele achou outra garota, sendo que o destino levou-o até a sua inimiga. Tente desfarçar o ciumes, finja que não esta nem ai pra eles dois, procure se relacionar com outro garoto, quem sabe esse garoto seja inimigo do seu ex também ?


" Tô sem falar com meu pai a mais de um mês! o que eu faço? " Thalita, 16 anos.

PPC: Bem Thalita, essa situação é um tanto desagradavel né? Então, procure conversar com ele, não importa quem descutiu, quem brigou, quem deixou de falar, ou algo do tipo. Você chega com aquele jeitinho que nenhum pai resiste, que vocês vão se entender. Além do mais, qual pai não se derrete com o carinho da filha? Arrisque! :]


" Amor a distancia. To namorando com um menino de Brotas, mas meus pais não sabem e vai ser dificil vê-lo sempre, porque não posso sair muito sozinha. Me ajuda! " Anne Pires.

PPC: Se for realmente amor, vocês deveriam achar um meio de superar isso, não são alguns metros de distancia que vão fazer o sentimento de vocês acabarem. O certo seria você conversar com seus pais, sobre a falta de liberdade, que não é bom.







" Ok ok, era aula de educação física, e como eu sou totalmente preguiçoso nunca faço as aulas Q , ai fiquei vendo meus colegas fazer ne, só que eu e minha amiga, descobrimos que tinha uma janelinha no alto da parede ne, só que n sabiamos o que era, então resolvi ver, comecei a subir no portão que dava acesso a quadra aonde tava tendo a educação física, e tal, quando eu conseguir abrir a janelinha, adivinha o que era? Um BANHEIRO, e o nosso professor das crianças estava só de camiseta, cara, eu tomei um susto, que cai com tudo, só que na queda, o portão abriu, e eu cai no meio da quadra, pense todo mundo fik olhando, foi horrível! " Patrick Behrens, 15 anos.

PPC: A curiosidade matou o mico.. OPS! O gato :x



" Uma vez eu tava voltando da escola,e tava com um tênis meio velhinho,ai o anti-derrapante ja tinha ido pro espaço,rs,ai na ladeira que desce pra o meu condomínio,tem uma lixeira,mas como o povo é mal educado,joga no chão neh ¬¬ ai eu ia descendo,e vinha um carro na pista,num tinha como eu passar pela pista,ai tive que tentar passar por perto do lixo (eca),escorreguei e caí de quatro no meio do lixo,todu mundo me olhando,e eu de tão sem graça chorei de tanto rir. " Daniele Abreu, 17 anos.

PPC: Pelo menos você soube disfarçar, apostamos que tem pessoas que ainda iria fingir que estava catando lixo .






















3 comentários:

Lua * disse...

O blog está lindooooo! Arrasou, adorei! Parabéns

ENDORFINAA disse...

Dica para Ana Caroline: Meu beem .... a dor eh inevitavel mas o sofrimento é OPCIONAL. A gente sofre, chora mas de verdade, há males que vem pra bem - estou passando por isso agora. AAhhh e felizmente a gente sempre sobrevive. Conselho: Leia o livro O QUE TODA MULHER INTELIGENTE DEVE SABER, alem de distrair vc vai ver q nem sempre o fim do namoro eh o fim do mundo ;)
Ps.: toh adorando o blog, desculpe por ser intrometida UIAEHUIAHEAHEUIAHEUAHI³

Morango disse...

ameeeei *-*

Postar um comentário